Carregando...

Identificação de fraude: como a tecnologia pode ajudar

Scroll Down

Veja como ter bons processos de identificação de fraude impacta positivamente na saúde do negócio, como fazer com precisão e como a Neoway pode ajudar.

Em 2020, o número de tentativas de fraude no Brasil chegou a mais de 370 mil, cerca de 1,2 tentativa por minuto. Esses números representam um aumento de 26% em relação a 2019. Diante desse cenário, fica clara a importância de processos bem estruturados para a identificação de fraudes nas empresas.

Seja em relação a colaboradores, parceiros ou clientes, identificar e prevenir ações fraudulentas são medidas que não devem ser ignoradas, uma vez que ajudam a proteger a empresa e mitigar riscos de prejuízos financeiros e reputacionais.

Neste post, veja o que significa identificação de fraude, como ela impacta no negócio, como fazê-la com precisão e como a Neoway pode ajudar a sua empresa. 

O que significa fazer uma identificação de fraude?

Identificação de fraude é o processo de análise de práticas suspeitas e/ou irregulares que podem causar prejuízos à empresa em benefício de terceiros, sejam eles atores internos (colaboradores, gestores e sócios) ou externos (parceiros e clientes).

Para isso, é necessário conduzir uma série de procedimentos, que dependem do segmento e dos objetivos da própria organização e vão desde a análise do histórico do cliente até o estabelecimento de scores para avaliação de transações.

Destaca-se que a responsabilidade pela prevenção e identificação de fraudes é da administração da empresa e das áreas de governança corporativa e compliance, que devem manter sistemas adequados de controle – como a realização de auditorias internas – para mitigar esses riscos.

No entanto, é preciso ter em mente que nem sempre os controles internos serão eficazes para lidar com os riscos aos quais a empresa está exposta. 

Afinal, fraudes e outros atos ilícitos, como corrupção e apropriação indevida, têm sua origem justamente nas falhas desses controles internos.

Sendo assim, para que a identificação seja eficaz, é preciso contar com medidas organizadas e garantir que a organização esteja resguardada.

Leia mais: Controles internos e compliance: os riscos de não ter atualização

O que são indícios de fraude

Quanto mais cedo as fraudes forem identificadas pela empresa, mais eficazes serão as medidas para mitigar seus efeitos e evitar possíveis prejuízos. 

Nesse sentido, é fundamental que as organizações estejam atentas aos sinais de irregularidades que devem acender alertas. Alguns exemplos são:

  • Ausência da documentação necessária;
  • Clientes novos que realizam diversas compras seguidamente;
  • Contas de e-mail muito recentes, que podem indicar a criação de um correio eletrônico apenas para realizar determinada transação;
  • Endereços de IP conhecidos por serem utilizados por outros fraudadores, geralmente para ocultar sua verdadeira localização;
  • Números de telefone gerados por aplicativos, em vez de móveis ou fixos; esses números virtuais são rastreáveis;
  • Prestação de informação falsa, como renda, profissão, endereço, entre outras;
  • Utilização de terceiros na transação.

Leia mais: Mitigação de Riscos: Práticas para reduzir riscos corporativos

Como a identificação de fraude impacta seus negócios

Como A Identificacao De Fraude Impacta Seus Negocios 1024x683

Um trabalho robusto de identificação de fraude ajuda a manter a empresa fora do foco de atuação dos fraudadores e de práticas que podem prejudicá-la. 

Além disso, esse processo evita problemas jurídicos desnecessários, traz mais credibilidade à organização diante de seus stakeholders, abre as portas para novas oportunidades de negócio e favorece a atração e a fidelização de novos clientes.

Além desses benefícios, há dois impactos positivos que se destacam:

Redução de riscos reputacionais

Não importa o setor de atuação da empresa, sua reputação é fundamental. 

Problemas de imagem podem levar à perda de clientes e, como consequência, à perda de receita, transmitindo uma mensagem negativa ao mercado e também aos colaboradores, que podem se desmotivar e se desinteressar.

O processo de identificação de fraude protege a empresa contra fatores que podem ocasionar esse tipo de problema, além de consequências mais graves, como ações judiciais e publicidade negativa.

Redução de riscos de multas e perdas financeiras

Toda fraude gera uma perda financeira. Seja de forma direta, pela perda de ativos, ou indireta, pelo vazamento e uso de informações, as fraudes impactam diretamente na saúde financeira da organização.

Importante considerar também que, da mesma forma que pode gerar questões judiciais, a ocorrência de práticas ilícitas também pode acarretar em multas e penalizações para as empresas. 

Essas consequências podem acontecer sobretudo em um contexto em que há mais normas e legislações que obrigam às organizações a adotar ferramentas eficazes para prevenção de fraudes.

Assim, a identificação de fraude permite mitigar seus impactos no caixa da empresa e dar tempo hábil para colocar em prática os mecanismos de controle.

6 dicas para identificar fraudes com precisão

6 Dicas Para Identificar Fraudes Com Precisao 888x1024

1. Valide informações cadastrais e de identidade

Seja para colaboradores, fornecedores ou clientes, o primeiro passo para identificar fraudes é validar a identidade dessas pessoas para saber se elas realmente são quem dizem ser.

A validação das informações cadastrais pode ser feita de diversas formas. Entre elas, destaca-se a documentoscopia, processo que analisa documentos com o objetivo de averiguar sua autenticidade e evitar fraudes documentais e de identificação.

A documentoscopia é fundamental para a identificação de fraudes e pode ser aplicada a todo o tipo de documento, seja ele físico ou digital, para garantir que a documentação apresentada seja original e não tenha passado por qualquer tipo de alteração. 

Assim, ela permite a mitigação de prejuízos, tanto às vítimas da possível falsificação quanto às empresas.

Outro recurso fundamental para a validação de dados cadastrais e identidade é o Optical Character Recognition (OCR ou reconhecimento ótico de caracteres), ou seja, a leitura e conferência dos dados de documentos de identificação.

Aliado a ferramentas de reconhecimento facial, essas tecnologias permitem a checagem de dados, a validação de identidade e a realização de prova de vida por meio do envio de uma foto do documento e de uma selfie do requerente.

Assim, é possível não apenas garantir a identidade da pessoa, mas também assegurar que foi ela quem submeteu a imagem, eliminando a possibilidade do uso de documentos falsos, adulterados ou roubados.

2. Aperfeiçoe o onboarding digital com tecnologia

O onboarding digital (cadastro e aceitação online de clientes) é um momento crucial para a concretização da parceria entre o cliente e a empresa. 

No entanto, em um mercado altamente conectado, em que o volume de dados aumenta exponencialmente, é preciso contar com processos e ferramentas que o tornem mais seguro e confiável.

Em paralelo aos procedimentos de Know Your Customer (KYC), esses recursos permitem fazer a identificação de identidade e prevenir fraudes de forma muito mais rápida e eficiente. 

É possível, por exemplo, adotar ferramentas que recebem as imagens de documentos e fotos para realizar a validação, checagem e interpretação de informações.

Assim, por meio da verificação de diferentes análises (de dados financeiros, de identidade, de perfil de risco e de aderência às ofertas), a empresa certifica-se de que as informações são compatíveis com o que foi apresentado pelo cliente.

Com um processo de onboarding digital ágil e eficiente, garante-se uma melhor experiência para o cliente, o que ajuda a gerar valor para a marca e, como consequência, fidelizar os consumidores.

Leia mais: Como otimizar a análise de risco para onboarding de clientes online

3. Faça background check

Background check é o processo de checagem de antecedentes de pessoas e empresas utilizado para validar as informações fornecidas por eles e garantir que não ofereçam riscos à companhia. 

Nesse processo, além de apurar a veracidade dos dados enviados, também verifica-se a existência de processos judiciais, indícios de fraudes anteriores e outras possíveis ameaças para a segurança dos negócios. 

Com base em diferentes fontes, essa verificação é essencial para as políticas de compliance da empresa, já que ajuda a mitigar riscos financeiros, reputacionais e jurídicos.

Empresas que não fazem background check e não validam as informações sobre seus colaboradores, parceiros e clientes se expõem a muitos riscos, sendo incapazes de fazer a correta identificação de fraude, por exemplo.

Nesse sentido, a verificação de antecedentes pode ser feita em diversos momentos e com diferentes finalidades, como:

  • Background check de contratação: fundamental para o processo de Know Your Employee (KYE), colabora para a minimização de riscos na contratação de colaboradores, sobretudo de cargos estratégicos.
  • Background check de integridade: mais voltado às políticas de Know Your Supplier (KYS), têm como foco investigar informações relativas à idoneidade dos parceiros.
  • Background check de crédito: importante para garantir que a empresa ou pessoa que solicitou o crédito não é uma possível fraudadora. 
  • Background check financeiro: é um dos mais importantes. Parte dos procedimentos de KYC, ajuda a evitar operações ilícitas por meio da análise do histórico de crédito do cliente e da ocorrência de possíveis crimes financeiros.

4. Analise pessoas e grupos econômicos

Para se prevenir contra o risco de movimentações fraudulentas, as empresas devem analisar e acompanhar grupos de interesse. 

Isso envolve informar em seus relatórios quais clientes ou colaboradores são PEPs (pessoas politicamente expostas) ou se apresentam algum comportamento sugestivo à fraude, incluindo suspeitas de lavagem de dinheiro.

Para uma análise completa, é importante checar também outros grupos econômicos, sejam pessoas físicas ou jurídicas, ligadas às pessoas verificadas, como familiares e sócios.

Em um processo de identificação de fraude, essas análises devem ser proativas, ou seja, deve-se avaliar constantemente o status da pessoa ou empresa, inclusive ligações com listas de risco nacionais e internacionais. 

Devido ao volume de dados gerados atualmente, é importante que a verificação conte com o auxílio de ferramentas que automatizam tarefas para o acompanhamento de pessoas e grupos de interesse.

5. Utilize scores de risco

O score de risco para fraude é um indicador gerado por ferramentas especializadas com base em uma série de informações sobre uma pessoa, empresa ou transação, que indica sua propensão a ser fraudulenta.

Trata-se de um recurso fundamental para conseguir realizar análises ágeis que permitam aceitar rapidamente quem não oferece riscos e enviar casos suspeitos para investigações mais complexas e profundas. 

Essa agilidade melhora a experiência do cliente e a produtividade dos analistas de riscos, que podem dar mais atenção aos casos críticos sem perder tempo com clientes idôneos. No entanto, vale ressaltar, esta é uma ferramenta complementar.

O score de risco de fraude é uma variável que vai depender das características e dos objetivos de cada empresa, bem como do segmento em que ela está inserida. 

Os critérios utilizados para a criação de um score de risco para concessão de crédito por instituições financeiras, por exemplo, não serão necessariamente os mesmos adotados pelo varejo.

6. Faça monitoramento contínuo

Quando se trata de gestão de riscos e identificação de fraude, é comum que as empresas realizem uma análise prévia de seus parceiros, clientes e colaboradores. 

No entanto, muitas não costumam manter um processo contínuo de diligência, isto é, investigam e dão um parecer no momento em que a relação se inicia, mas não fazem uma reavaliação.

É importante que a empresa mantenha no radar as movimentações sobre pessoas e empresas com as quais tem relações, acompanhando situações como registro de novos processos judiciais, mudanças em quadros societários, relações com PEPs, entre outros.

Para isso, novamente a tecnologia é grande aliada para garantir que o monitoramento de riscos e fraudes seja contínuo e feito de forma preventiva, e não reativa. 

Só assim as empresas terão condições de identificar previamente e antecipar ações fraudulentas antes que elas gerem prejuízos.

Nesse sentido, um dos principais fatores para o sucesso desse monitoramento é o acesso a bancos de dados confiáveis, atualizados e que contem com informações relevantes, bem como de listas de restrições nacionais e internacionais.

Por meio de ferramentas tecnológicas, como Big Data, Inteligência Artificial e Machine Learning, a empresa pode automatizar essa consulta com uma eficiência inviável em um trabalho manual.

Saiba mais sobre como o monitoramento em tempo real potencializa os processos contra riscos e perdas. Ouça nosso podcast sobre o assunto:

Como a Neoway pode ajudar você

Solucoes De Prevencao A Fraude Da Neoway 1024x683

As soluções de Fraud Prevention da Neoway usam tecnologia avançada para auxiliar na prevenção e identificação de fraudes, centralizando, organizando e entregando tudo o que a sua empresa precisa para mitigar riscos. 

Nossas ferramentas oferecem precisão e agilidade para validar documentos, cruzar dados, gerenciar processos e monitorar públicos de interesse como clientes e fornecedores.

As principais funcionalidades são:

  • Análise em detalhes: identifique ligações societárias, vínculos com listas restritivas nacionais e internacionais, além de ativos tangíveis e intangíveis. Pesquise termos na web para análises reputacionais.
  • Arquivamento de histórico: armazene evidências que comprovem os background checks realizados e mantenha-se em conformidade com os prazos regulatórios. Controle e rastreie históricos de criação e edição dos arquivos.
  • Coleta de informações: acesse dados internos e externos de diferentes sites e fontes, inclusive, uma base histórica de fraudadores. Combine critérios para descartar homônimos.
  • Monitoramento contínuo: receba alertas automáticos sobre comportamentos atípicos de terceiros e previna-se contra fraudes e riscos reputacionais.
  • Onboarding digital massificado: valide documentos de identidade (RG, CNH etc.) por meio de tecnologias como reconhecimento facial, óptico e documentoscopia digital, para evitar ações fraudulentas.
  • Scores antifraude: utilize scores antifraude para validar e-mails, telefones e CPFs, encontrar o endereço mais provável, entre outras informações relevantes para a análise de riscos.

Conheça nossas ferramentas de Fraud Prevention:

Neoway Check

O Neoway Check fornece mais eficiência aos processos de KYC e identificação de fraude por meio do uso de tecnologias como o Big Data Analytics, o que permite dar mais agilidade e escalar processos ao mesmo tempo em que evita possíveis fraudes.

Aliado ainda à biometria facial, mecanismos de segurança em múltiplas camadas, reconhecimento de documentos por OCR, entre outros, a empresa pode automatizar as etapas e, em poucos segundos, realizar a verificação de documentos e a validação de novos usuários.

Com o Check, os processos de verificação de antecedentes podem ser feitos na própria base da Neoway (PJ/PF) e quaisquer outras fontes que o cliente desejar. 

Neoway Compliance

O Neoway Compliance é uma ferramenta para a realização de diligência prévia completa e gestão de compliance para análise e prevenção de riscos. 

Permite o acesso a dados e variáveis modeladas sobre os públicos de interesse, facilitando a tarefa de encontrar informações jurídicas e reputacionais sobre empresas e pessoas de todo o Brasil.

Com essa solução, a sua empresa consegue aperfeiçoar o onboarding de clientes, identificar conflitos de interesse e fazer análise de reputação e crédito, além de analisar grupos econômicos e mapear riscos em redes de relacionamentos.

Neoway Watcher

O Neoway Watcher é voltado para o monitoramento contínuo para decisões de compliance e prevenção de riscos. 

Ele fornece acesso a informações de todas as empresas do Brasil, permitindo o monitoramento de dados como processos judiciais, mudanças de quadros societários, alteração na CNAE, entre outros.

Com o Watcher, é possível monitorar empresas e sócios e padronizar as políticas de compliance por toda a organização. Além disso, a ferramenta conta com uma funcionalidade de alertas, que avisa sempre que forem detectadas ações suspeitas ou fora do comum.

Neoway Lawsuits

O Neoway Lawsuits traz dados detalhados e organizados sobre processos judiciais e extrajudiciais, garantindo acesso à maior base de processos do Brasil. 

Essa ferramenta permite que você faça consultas por CPF ou CNPJ, encontre processos consultados de advogados e escritórios, identifique processos de fornecedores, funcionários, clientes e parceiros.

O Lawsuits colabora com suas estratégias de compliance e prevenção de riscos ao reunir todos os dados encontrados em um relatório único para a realização de diligências e gestão de risco. 

Conclusão

O processo de identificação de fraude é de extrema importância para que as empresas possam mitigar ameaças e evitar prejuízos financeiros e reputacionais. 

Por meio de uma série de procedimentos alinhados às políticas de governança e compliance, é possível criar mecanismos e formas de controle interno que facilitem o reconhecimento de ações suspeitas ou fraudulentas.

Como sempre, a tecnologia oferece soluções para tornar esse processo ainda mais ágil, prático e eficiente, com ferramentas inteligentes capazes de analisar documentos e movimentações em poucos segundos, o que traz mais segurança e confiabilidade às relações da empresa. 

Como resultado, sua imagem é preservada no mercado, ao mesmo tempo que atrai novos clientes e abre novas oportunidades. 

Saiba como as soluções Neoway podem ajudar a prevenir riscos nos seus negócios. Fale com nossos especialistas.

Colunista
Neoway
A Neoway é a maior empresa da América Latina de Big Data e Inteligência Artificial para negócios. Desde 2002, desenvolvemos soluções que dão produtividade e precisão para marketing, vendas, compliance, jurídico, crédito e fraude em setores como finanças, tecnologia, seguros, bens de consumo e saúde. Nossos redatores escrevem sobre tecnologia, negócios e suas intersecções.
Veja todos os artigos do colunista