Carregando...

Reputação da empresa: o que é e qual importância?

Scroll Down

Veja o que é reputação corporativa, por que se preocupar com ela, como melhorá-la, sua relação com o compliance e os benefícios que ela pode gerar.

Em um mercado altamente competitivo e variado, oferecer soluções de qualidade já não é o suficiente para o sucesso e a sustentabilidade de uma empresa. Diante de tantas opções, consumidores, profissionais, investidores e outros stakeholders vão buscar na reputação da marca e da organização o diferencial que vai auxiliá-los a escolher com quem negociar.

Por isso, vale a pena entender mais sobre o conceito, a importância junto ao mercado, seus benefícios e a relação com o Compliance. Veja neste artigo!

O que é a reputação empresarial?

Reputação empresarial ou corporativa se refere, em um primeiro momento, à imagem da organização diante do mercado e da sociedade. No entanto, esse conceito pode ser entendido como algo ainda mais amplo.

A reputação de uma empresa é construída ao longo do tempo e é formada pelas percepções dos diferentes stakeholders que ela possui. Isso envolve seus colaboradores, parceiros, investidores/acionistas, a comunidade em que ela está inserida e, claro, seus clientes.

Assim, a reputação não se restringe ao domínio do negócio em si; ela está presente em todos os ambientes em que a empresa faz parte, sejam eles internos ou externos. E, por isso, não é possível controlá-la totalmente, mas apenas adotar estratégias que ajudam a fortalecer a percepção positiva dos diferentes públicos.

Por que se preocupar com esse aspecto?

A reputação corporativa é pré-requisito para o sucesso de uma organização. Afinal, mesmo que ela possua os melhores insumos, processos e produtos, tudo pode ir por água abaixo se ela não for bem vista e bem quista no mercado.

A percepção que os stakeholders têm sobre a marca impacta diretamente em aspectos estratégicos da empresa, sobretudo a comunicação organizacional. É a partir da imagem que seus públicos têm da companhia que será possível traçar metas que ajudem a engajá-los para fazer o negócio crescer.

Quando uma empresa tem uma boa reputação no mercado, ela consegue contar com uma maior participação de diferentes atores, construindo um relacionamento sólido com cada um deles. Assim, uma imagem positiva é percebida pelo mercado como uma organização que entrega o que promete.

A reputação também desempenha importante papel durante os momentos de crise. Isso porque ela funciona como uma espécie de poupança: toda marca possui uma percepção junto aos seus públicos. Essa imagem não surge de imediato, tampouco se esgota de uma hora para outra.

Assim, quando uma crise acontece, a marca que tem boa reputação tem uma margem de manobra e conta com a boa vontade do mercado para reverter a situação. Por outro lado, companhias com “saldo negativo” podem sofrer grandes impactos negativos ao menor sinal de dificuldade.

Os stakeholders costumam apoiar as empresas que têm um histórico positivo, entendendo crises como casos isolados, que não representam o que é a empresa. Assim, a reputação é peça-chave para transformar um momento de turbulência em uma oportunidade para fortalecer a marca.

Como melhorar a reputação da empresa?

Como Melhorar A Reputacao Da Empresa 1024x1024

Investir em Relações Públicas

Investir em Relações Públicas é um dos passos mais importantes para manter uma boa reputação de marca. Essa área é responsável por cuidar da imagem da empresa e moldar a percepção das diferentes audiências.

Baseados em uma comunicação corporativa forte e eficiente, os profissionais de RP ajudam a organização a lidar com os momentos de crise — quando não evitá-los por completo.

Para saber mais sobre a importância do mapeamento de riscos para as empresas, inclusive do ponto de vista reputacional, leia o artigo Mapeamento de riscos: importância e como realizar na prática.

Apostar na transparência

Pessoas e empresas estão cada vez mais seletivas em relação às marcas nas quais investem seu tempo e seu dinheiro. Por isso, a confiança é um valor indispensável na construção de um relacionamento de sucesso da organização com os públicos, sobretudo em um cenário digital e com uma gama de redes sociais.

Nesse sentido, a transparência ganha mais importância no olhar dos stakeholders, principalmente relacionados a aspectos como prestação de contas e apresentação de resultados. É preciso manter um diálogo franco e evitar situações que possam gerar questionamentos acerca das decisões tomadas pela empresa.

Preparar-se para o pior

Estar preparado para os piores cenários significa que a empresa fez o dever de casa e elaborou um plano de contingência e mitigação de riscos para lidar com as mais diversas situações.

Durante uma crise, ter um roteiro bem-definido de como agir ajuda a colocar ações em prática de maneira mais ágil, o que é fundamental para reduzir impactos negativos e preservar sua reputação. De fato, uma organização bem-preparada nesse aspecto pode sair com sua imagem fortalecida.

Trabalhar o marketing

Após garantir que a empresa tenha uma comunicação eficiente e que elabore um plano de ação para momentos de crise, é hora de lançar mão do marketing para projetar a boa reputação da marca.

Isso passa por fortalecer e divulgar os valores e as ações positivas da organização para os seus diferentes públicos. Inovações e medidas que sejam relevantes do ponto de vista ambiental, social e de governança (ESG), por exemplo, são importantes não apenas do ponto de vista dos investimentos, mas da percepção que os stakeholders têm da empresa.

Vale notar que este processo não se trata apenas de autopromoção. Pelo contrário: essas são estratégias essenciais no mercado atual, em que tais aspectos são cada vez mais valorizados. Os impactos positivos na reputação são consequências naturais da preocupação da empresa com o ambiente e com a sociedade.

Como reputação e compliance estão relacionados?

O mercado e a sociedade estão cada vez mais exigindo das empresas uma atuação ética, transparente e responsável. Para que isso ocorra, é preciso que as organizações busquem formas para se manter em conformidade com as leis e normas que regem seus negócios, bem como com uma postura ética diante de todos. E isso é alcançado por meio do compliance.Investir em políticas de compliance impacta diretamente na reputação corporativa. Isso porque elas passam ao mercado a preocupação da companhia em respeitar as regras e assegurar que os padrões de qualidade sejam cumpridos em todos os seus processos e operações.

Nesse sentido, a governança corporativa é uma importante aliada do compliance para alinhar as expectativas da alta cúpula da empresa com as exigências que deverão ser seguidas. Juntos, eles agregam valor e credibilidade à marca, além de trazer mais segurança e ajudarem a trazer mais investimentos.

Quais os benefícios de se pensar na reputação?

Quais Os Beneficios De Se Pensar Na Reputacao 1024x1024

Valoriza a marca

A má reputação pode afetar as empresas financeiramente, uma vez que o interesse de clientes e investidores por ela diminui. Por isso, construir uma imagem positiva junto ao mercado é também uma forma de capitalização e valorização do negócio. E a isso podemos somar o marketing boca a boca.

Atrai e fideliza clientes

Os consumidores buscam marcas com as melhores reputações para fazer negócios, esperando que isso reflita em mais segurança para a compra e qualidade no atendimento. Assim, uma boa imagem corporativa é fator importante não apenas para atrair novos compradores, como também para a fidelização dos clientes.

Ajuda na retenção de talentos

Se o consumidor está mais informado e exigente, o mesmo vale para os bons profissionais no mercado. Os melhores talentos buscam empresas que valorizem o capital humano e estejam comprometidas com o clima organizacional.

Dessa forma, organizações que usufruem de um percepção positiva por parte dos seus empregados, sobretudo nessas áreas, conseguem reter seus melhores talentos e, assim, reduzir a rotatividade nos cargos.

Aumenta a resiliência dos negócios

Uma boa reputação corporativa é essencial para ajudar a empresa a superar momentos de crise. E, de fato, contar com a percepção positiva dos stakeholders aumenta a resiliência e a capacidade da organização de superar momentos de dificuldade.

Afinal, a reputação é fruto da soma das ações passadas e dos resultados da empresa, por meio dos quais ela demonstrou ser capaz de gerar valor para os seus públicos. Esse é um diferencial competitivo importante, que fortalece a marca durante os momentos de crise.

Responda nosso quiz e veja se sua empresa possui processos maduros de compliance.

Reputação da empresa: o que é e qual importância?
Colunista
Neoway
A Neoway é a maior empresa da América Latina de Big Data e Inteligência Artificial para negócios. Desde 2002, desenvolvemos soluções que dão produtividade e precisão para marketing, vendas, compliance, jurídico, crédito e fraude em setores como finanças, tecnologia, seguros, bens de consumo e saúde. Nossos redatores escrevem sobre tecnologia, negócios e suas intersecções.
Veja todos os artigos do colunista