Carregando...

Cadastro Positivo: por que utilizar na sua estratégia de crédito?

Scroll Down

Veja o que é Cadastro Positivo, para que serve, suas vantagens, as informações registradas, quem as utiliza e as mudanças mais recentes.

Ter uma boa reputação é um aspecto essencial em diversas situações da vida. Por isso, medidas como o Cadastro Positivo são muito bem-vindas para valorizar o nome de pessoas e empresas que cumprem com seus compromissos financeiros em dia.

A negativação de um consumidor junto às instituições de crédito já é bastante conhecida. Essa iniciativa serve, na verdade, para proteger empresas de diferentes setores de clientes com “nome sujo”, uma vez que permitem identificar os maus pagadores e, assim, evitar problemas com e relacionados à inadimplência.

Nesse sentido, se o cadastro negativo já era bem conhecido dos consumidores brasileiros, faltava para pessoas físicas e jurídicas do País algum tipo de cadastro que mostrasse o bom comportamento dos consumidores em relação ao crédito para o mercado.

Foi então que, em 2011, uma nova lei, a Lei 12.414, surgiu para adaptar a nossa legislação ao desenvolvimento econômico e para que consumidores e instituições tivessem à sua disposição uma ferramenta que tornasse mais transparente a relação entre ambas as partes, permitindo a oferta de melhores serviços e produtos.

Atualizada em 2019, essa lei tornou realidade essa ideia e, desde então, revolucionou os critérios para concessão de crédito e as maneiras de fazer negócios do País. 

Neste post, veja o que é Cadastro Positivo, para que serve, quais são suas vantagens, quais informações podem ser disponibilizadas, quem as utiliza e as mudanças promovidas pela nova lei. Acompanhe! 

O que é Cadastro Positivo?

O Que E Cadastro Positivo 1024x684

O Cadastro Positivo é um banco de dados que reúne informações sobre as operações financeiras e obrigações de pagamento de pessoas físicas e jurídicas, permitindo, assim, visualizar o histórico do seu comportamento de crédito e pagamentos.

Criado em 2011 pela Lei 12.414 e posteriormente alterado pela Lei Complementar 166/2019, o Cadastro Positivo passou a incluir automaticamente consumidores e empresas nos bancos de dados de crédito.

O Cadastro Positivo reúne todas as informações sobre pagamento de dívidas, cobranças de serviços, como água, gás e energia elétrica, contas parceladas, financiamentos, empréstimos e crediários. 

O registro é feito para cada CPF ou CNPJ e é atualizado de maneira automática pelas instituições financeiras, que classificam cada consumidor como bom pagador ou não.

Entenda o cenário e os desafios de crédito no cenário atual no webinar sobre o setor financeiro:

Para que serve o Cadastro Positivo?

Conforme o cliente paga suas contas e quita seus compromissos de crédito, o seu comportamento de pagamento é registrado em um histórico próprio. 

Esse histórico registrado no Cadastro Positivo gera uma pontuação chamada de Score, que considera as operações dos últimos 12 meses e vale de zero a mil.

Com essas informações, as instituições financeiras podem readequar suas estratégias para cada cliente, melhorando a análise de risco na hora de conceder novos créditos. 

Assim, é possível, por exemplo, oferecer juros mais baixos ou fornecer mais opções de crédito para aqueles que possuem histórico de bons pagadores.

Leia mais: Como fazer análise de crédito de cliente?

Quais as vantagens de utilizar o Cadastro Positivo na estratégia de crédito?

Quais Vantagens Utilizar Cadastro Positivo Estrategia Credito 1024x611

A taxa de inadimplência é um dos principais indicadores para realizar o diagnóstico da saúde financeira de uma empresa. Quando ela é muito alta, certamente a lucratividade da organização será impactada, podendo comprometer as receitas a médio e longo prazos.

Com o Cadastro Positivo, as instituições financeiras passam a ter acesso a um banco de dados de bons pagadores e podem adotar critérios mais justos na concessão de crédito. 

Dessa forma, as empresas conseguem ampliar seus mercados, incluindo na sua base cliente que, de outra forma, não poderiam consumir, ou ao menos não de forma parcelada.

A tendência é que, conforme o Cadastro Positivo se consolide no mercado, as organizações trabalhem com diferentes estratégias e taxas para cada faixa de pontuação que existe no Score.

Assim, tanto pessoas físicas quanto jurídicas passam a ter mais facilidade e critérios mais justos para negociar, por exemplo, melhores taxas de juros e condições de pagamento junto às instituições financeiras. 

Isso gera um resultado bastante positivo para o mercado e propicia o crescimento mais acelerado de novos negócios. As principais vantagens de utilizar o cadastro positivo na estratégia de crédito são:

Redução de riscos na concessão de crédito

Por meio do histórico, o Cadastro Positivo permite à empresa ter uma visão mais precisa do comportamento do consumidor. 

Assim, é possível avaliar melhor as probabilidades de inadimplência em cada operação, além de adotar políticas de crédito mais flexíveis ou conservadoras de acordo com o perfil de cada consumidor e com a cultura de cada empresa.

Economia inclusiva

O Cadastro Positivo permite que pessoas a quem, até então, era negada a possibilidade de crédito, por conta de restrições no CPF, possam comprovar que mantêm seus pagamentos em dia e atestar sua capacidade financeira para arcar com novos financiamentos. 

Isso acaba por incluir muito mais consumidores do mercado de crédito, fornecendo às empresas novas oportunidades para expandir seus negócios.

Diminuição da inadimplência

A tendência é que, assim como aconteceu em outros países, o Cadastro Positivo gere um movimento de redução da inadimplência, uma vez que os consumidores estarão diretamente interessados em aumentar seu score.

A ideia é que isso reduza o custo dos empréstimos e coloque mais dinheiro na economia, criando um ciclo virtuoso em que os consumidores aumentam sua capacidade de pagamento e deem sobrevida aos empreendedores.

Mais precisão das análises de crédito

Junto aos birôs de crédito, as empresas passam a ter acesso a informações mais precisas sobre o cliente a ser analisado e podem, a partir desses dados, estabelecer seus próprios critérios e parâmetros para cada negociação, criando condições diferenciadas.

Crescimento nas vendas

Mais segurança na concessão de crédito gera mais conversões, possibilita a melhoria do ticket médio e, consequentemente, aumento do faturamento e também da competitividade, por conta da exploração de novos nichos de atuação.

Mais parcerias

A disponibilização do currículo financeiro da empresa para bancos, fornecedores e outras instituições vai facilitar a realização de novas transações, sobretudo para empresas menores, que precisam de um maior acesso a ofertas de crédito. 

Dessa forma, essas parcerias vão permitir o crescimento de negócios e projetos, garantindo que essas empresas cresçam e paguem seus compromissos em dia.

Redução de despesas

O Cadastro Positivo também traz benefícios operacionais, uma vez que promove a redução dos gastos com o processamento de crédito na empresa. 

E isso impacta diretamente na redução dos juros e nas taxas cobradas para análise de crédito. Assim, é possível, também, reduzir os custos com manutenção de títulos nos bancos no setor de cobrança.

Uso inteligente de dados

A coleta e análise de dados está no centro das estratégias corporativas, em qualquer setor. Com as informações dos clientes em mãos, as empresas podem criar sua própria base cadastral, trazendo mais subsídios para embasar suas análises de crédito e atuar com mais eficiência.

Leia mais: Ferramentas para análise de crédito: quais são e como escolher

Quais informações são disponibilizadas no Cadastro Positivo?

Sem autorização prévia do consumidor, as instituições financeiras só poderão ter acesso ao score de cada cliente. 

Por outro lado, com a autorização, o mercado passa a ter acesso a um histórico detalhado, capaz de indicar se o cliente cumpre com os prazos estabelecidos para suas obrigações ou não.

São dados como:

  • Administradoras de cartões e instituições financeiras;
  • Assistência médica e odontológica;
  • Compras a prazo;
  • Contas de água, luz, gás, telefone, internet e TV por assinatura;
  • Financiamentos;
  • Mensalidade escolar.

Além disso, o Cadastro Positivo armazena informações diretamente relacionadas ao crédito, como valor total da compra e das parcelas, data de vencimento e pagamento, valor dos pagamentos, além dos dados cadastrais do consumidor.

Importante: não podem constar no cadastro quaisquer informações que não tenham relação direta com a análise de crédito do cliente e informações sensíveis. Assim, ficarão sob sigilo total e não poderão ser compartilhados dados como:

  • Aplicações financeiras e investimentos;
  • Conta poupança;
  • Limite do cartão de crédito;
  • Produtos e serviços adquiridos e suas características (modelo, ano, cor etc.);
  • Salário ou aposentadoria;
  • Saldo bancário.

Leia mais: Risco de crédito: como fazer análise e gestão de forma eficaz

Quem faz o uso das informações positivas?

Quem Faz Uso Das Informacoes Positivas 1024x611

As informações registradas no Cadastro Positivo são geradas a partir das empresas que realizam negócios e operações de crédito diretamente com os consumidores, como companhias de água, gás, internet e energia elétrica, empresas do varejo e instituições financeiras.

Esses dados são repassados aos birôs de crédito, como Serasa, Boa Vista, Quod e SPC, que são os gestores dos bancos de dados do Cadastro Positivo e quem fornece as informações necessárias para a tomada de decisão de crédito.

Poderão ter acesso às informações do consumidor somente empresas com que mantém ou manteve uma relação comercial ou de crédito, como comércio, bancos, financeiras e prestadoras de serviço. 

Essas empresas utilizarão esses dados para determinar condições comerciais e preços adequados às necessidades de cada perfil de consumidor.

Leia mais: Deep Learning para análise de crédito: entenda como funciona

O que mudou com a nova Lei no Cadastro Positivo?

A Lei 12.414/2011 foi alterada pela lei complementar de 2019, que trouxe uma grande mudança: a partir daquele ano, a inclusão no Cadastro Positivo passou a ser automática para todas as pessoas físicas e jurídicas que têm financiamentos, empréstimos, contas de serviços (água, luz, telefone etc.) ou que realizaram compras a prazo.

Com a nova lei, cada consumidor continua com sua própria nota de crédito (score), porém de forma mais abrangente, uma vez que passou a incluir um número maior de fontes que enviam informações para os birôs.

Como vimos, para consumidores que não autorizarem o uso, somente o score está disponível para a análise de perfil de crédito por parte do mercado. 

Para quem autorizou, a consulta de dados é aberta para empresas do comércio, serviços, bancos, financeiras, entre outras.

A nova legislação também permite acesso a novos tipos de empresa, como as fintechs, além de possibilitar o compartilhamento de informações entre instituições autorizadas pelo Banco Central.

Importante notar que a atualização do Cadastro Positivo estipula que todos aqueles incluídos no registro devem ser avisados por escrito em até 30 dias e podem requisitar sua exclusão do cadastro a qualquer momento. 

Por fim, a lei complementar garantiu ao consumidor direito de acesso a seu histórico e à sua pontuação de crédito. Ele pode requisitar, ainda, a correção de informações erradas.

Conheça a parceria de Cadastro Positivo da Neoway com a Quod

Conheca Parceria Cadastro Positivo Neoway Com Quod 1024x611

A Quod é uma empresa de análise de risco que surgiu por meio da união dos cinco maiores bancos do País. Suas soluções se baseiam no Cadastro Positivo e no acompanhamento do comportamento financeiro dos clientes para gerar pontuações de crédito sempre atualizadas.

Por meio de tecnologias como Big Data e Inteligência Artificial, a Quod analisa dados e o histórico de pagamento dos clientes para embasar a tomada de decisões de crédito e torná-la mais eficiente. 

Com isso, a empresa consegue reduzir riscos de fraudes e inadimplência, além de melhorar o processo de qualificação de seus clientes.

Os serviços oferecidos pela Quod se unem às soluções da Neoway para Gestão de Crédito para ampliar o número de opções dos clientes. 

Essa operação conjunta, disponibilizada via API ou plataforma Neoway Cred, torna o modelo de crédito mais abrangente, melhorando a eficiência das análises e contribuindo para decisões mais seguras.

Leia mais: Concessão de crédito: o uso do Big Data Analytics como aliado

Conclusão: vale a pena utilizar o Cadastro Positivo na sua estratégia de crédito?

O Cadastro Positivo foi uma importante modernização para trazer mais transparência para o mercado e impulsionar a criação de novas oportunidades  por meio de negociações para a concessão de crédito baseadas em dados concretos do histórico de cada consumidor.

Longe de ser novidade, o modelo adotado pelo Brasil é utilizado com sucesso ao redor do mundo. Da vizinha Argentina aos Estados Unidos e da Europa à China, o Cadastro Positivo aumentou o número de pessoas com acesso ao crédito, trazendo resultados também ao que diz respeito a uma maior propensão das pessoas em pagar em dia e aumentar seu score.

Assim, seja na redução de riscos e das taxas de inadimplência ou no aumento da lucratividade, é seguro afirmar que o Cadastro Positivo é fundamental para as estratégias de crédito das empresas, trazendo mais precisão, assertividade, transparência e segurança para suas operações.

Quer saber mais sobre gestão financeira e de crédito e outros assuntos relacionados? Então confira o episódio 10 do  Bytes & Business, o podcast da Neoway sobre Cadastro Positivo: como dados permitem score de crédito mais justo e inclusivo no cadastro positivo.

E se deseja saber como as soluções Neoway podem ser aplicadas no seu negócio, fale com nossos especialistas.