Carregando...

Advocacia 5.0: os impactos e tendências tecnológicas do setor

Scroll Down

Veja o que é Advocacia 5.0, quais os impactos da tecnologia e desafios para o setor, o perfil do novo profissional e mais!

A Advocacia 5.0 é um conceito que trata da introdução de tecnologias inovadoras na rotina jurídica e como elas fazem com que o exercício da profissão foque totalmente no ser humano e suas necessidades. Ou seja, fala do uso dessas inovações para buscar soluções para problemas sociais de forma mais ágil e precisa.

Neste post, falamos sobre o que é Advocacia 5.0, como tem sido a evolução do Direito, quais os impactos e desafios da tecnologia para o setor, o perfil do profissional da área jurídica do futuro, o papel da Inteligência Artificial neste processo e as principais tendências tecnológicas. Acompanhe!

A evolução do Direito e a Advocacia 5.0

A Evolucao Direito Advocacia 5.0 1024x683

A Advocacia 5.0 está inserida no contexto da Sociedade 5.0, modelo em que tecnologias como Big Data, Inteligência Artificial, Machine Learning, Internet das Coisas (IoT) e Blockchain serão usadas como soluções para as necessidades humanas contemporâneas.

Este é um período que será – ou está sendo – marcado por uma disrupção sem precedentes, em que as tecnologias de automação vão impactar todos os setores produtivos e seus agentes, do trabalhador do chão de fábrica aos executivos de grandes corporações.

Assim, a Advocacia 5.0 está inserida em um contexto de sociedade digital focada no uso de dados nas mais diferentes abordagens e no surgimento de novos modelos de mercado e formas de trabalho, em que as organizações tornam-se mais descentralizadas e com forte comprometimento com a geração de valor.

Mas como chegamos até à Advocacia 5.0 e à sociedade digitalizada? Todas as transformações rumo à era tecnológica se originaram e foram impactadas pelas diferentes revoluções pelas quais a sociedade passou. Os principais marcos são:

  • 1ª Revolução Industrial: a partir do final do século XVIII, o mundo assistiu ao aparecimento das primeiras indústrias baseadas na mecanização dos processos produtivos, isto é, o uso de máquinas para acelerar e substituir o homem. 

Nesse contexto, a Advocacia 1.0 era pautada em recursos escassos e serviços repetitivos.

  • 2ª Revolução Industrial: já no final do século XIX, a Sociedade 2.0 voltou-se para o aço, para a energia elétrica e para os derivados do petróleo com o objetivo de sanar as necessidades de um mundo em franca expansão. 

Foi neste período que se deu o desenvolvimento da indústria química e a chegada de tecnologias como o carro, o telefone e o rádio, que mudariam para sempre a sociedade. 

A Advocacia 2.0 foi marcada pelo crescimento das bancas e surgimento dos escritórios de advocacia.

  • 3ª Revolução Industrial: a partir de meados do século XX, foi a vez de as telecomunicações e os equipamentos eletrônicos – entre eles o computador – revolucionarem a sociedade. 

Desenvolvemos a Engenharia Genética, nos lançamos ao espaço e criamos os primeiros robôs inteligentes e máquinas autônomas. 

A Advocacia 3.0 se transformou com o surgimento da internet, a chegada de recursos digitais e o surgimento das sociedades de advogados.

  • 4ª Revolução Industrial: etapa marcada pela conectividade. A Sociedade 4.0 é focada na redução de processos manuais e na automatização e interconexão de tarefas e sistemas; tudo com foco em uma maior produtividade, lucratividade e sustentabilidade do negócio. 

A Advocacia 4.0 é marcada pela Jurimetria, o Compliance, a LGPD e o atendimento a novos modelos de negócios, como startups e fintechs, além do direito do consumidor no ambiente online.

Todas essas revoluções e transformações nos levam à Sociedade 5.0, também chamada de “sociedade super inteligente”, em que já é possível realizar diferentes tarefas e atender às necessidades humanas com o auxílio de tecnologias inteligentes. 

E é por isso que um dos pilares deste modelo de sociedade é a Inteligência Artificial, que também vai ser o ponto de partida para a Advocacia 5.0

Leia mais: Jurimetria: conceito, pilares e 5 vantagens para o direito

Quais são os impactos e desafios da Advocacia 5.0?

A mentalidade jurídica como a de conhecimento – tradicional, centralizada e hierárquica – vai se transformar com a Advocacia 5.0. Não é apenas uma recomendação, mas uma necessidade.

Em um mercado altamente competitivo, os profissionais e empresas do setor jurídico que não se alinharem à Sociedade 5.0 já partem em desvantagem em relação a seus concorrentes.

A prestação de serviços online, o uso de dispositivos móveis e o emprego de tecnologias como Big Data e Inteligência Artificial devem, desde já, chegar aos negócios do setor, permitindo muito mais agilidade para a execução das atividades diárias dos profissionais da área e trazendo muito mais previsibilidade e precisão ao seu trabalho.

Portanto, o grande desafio trazido pela Advocacia 5.0 não é nem tanto como viabilizar essas soluções no dia a dia, mas sim a capacitação dos profissionais que já estão inseridos no mercado para lidar com as transformações e inovações tecnológicas que se tornarão indispensáveis para o seu trabalho.

Por que o profissional jurídico deve se capacitar para a Advocacia 5.0?

Por Que Profissional Juridico Deve Se Capacitar Para Advocacia 5.0 1024x683

Quando falamos em revoluções e inovações, é comum surgirem previsões sobre a substituição do trabalho realizado pelo ser humano por ferramentas automatizadas e inteligentes. 

Um exemplo são as muitas tecnologias já presentes no mercado, como plataformas de resolução de conflitos online (ODRs) e ferramentas de automação para consulta de processos.

O impacto da tecnologia na rotina do profissional da área jurídica já é sentido, o que exige, como citamos, uma capacitação adequada para que esses processos sejam implementados organicamente à sua realidade.

Assim, o advogado do futuro deverá possuir competência para utilizar bem todas as soluções que estarão à sua disposição. 

Mas, nesse sentido, é importante frisar que a Advocacia 5.0 não se pauta somente na introdução de novas ferramentas, mas também na forma de atuar.

Esse conceito é totalmente voltado para o ser humano e suas necessidades, para as relações interpessoais e suas interações, com o objetivo de gerar mais valor e resolver problemas.

Qual perfil é exigido do profissional da área jurídica na Advocacia 5.0?

Temas como desenvolvimento sustentável, estratégias de direitos humanos, governança de dados e segurança civil e ética pautam a Advocacia 5.0. 

Ou seja, profissionais que mantiverem uma mentalidade jurídica conservadora não terão sucesso nessa nova forma de organização da sociedade.

Os advogados do futuro precisarão, ao mesmo tempo, se adaptar à transformação digital pela qual passamos e também construir um olhar mais humano para as necessidades das pessoas. 

Sendo assim, é fundamental praticar a ética como aliada da tecnologia e desenvolver um olhar sistêmico para encontrar soluções mais rapidamente.

Em um contexto de automatização de tarefas e de ferramentas inteligentes, a criatividade, o senso crítico e, novamente, o olhar humano serão diferenciais vitais para que o profissional da área jurídica mantenha seu valor e coloque a tecnologia a seu serviço.

Leia mais: Departamento Jurídicos: Maiores desafios e 4 tecnologias

O futuro dos profissionais do direito na Advocacia 5.0 e a Inteligência Artificial

O Futuro Dos Profissionais Direito Advocacia 5.0 E Inteligencia Artificial 1024x683

Como vimos, a Inteligência Artificial é uma das tecnologias mais presentes na Advocacia 5.0. O profissional da área jurídica deve saber usar essas soluções ao seu favor, uma vez que ela tem grande potencial para facilitar – e muito – as rotinas do setor.

A IA ajuda a otimizar grande parte do trabalho dos advogados, uma vez que realiza tarefas operacionais e repetitivas e, desta forma, fornece ao profissional mais tempo para se dedicar a atividades estratégicas em que sua criatividade e senso crítico realmente façam a diferença.

A Inteligência Artificial também vai exigir do profissional mais agilidade e precisão. Isso porque é de se imaginar que ela não servirá apenas às empresas do setor, mas também ao Poder Judiciário, que poderá acelerar a tramitação de processos e mitigar falhas. 

O panorama otimista aponta para uma Justiça mais eficiente, ágil e com alto grau de acerto.

Leia mais: Por que investir em tecnologia jurídica?

Qual é a importância da Inteligência Artificial na Advocacia?

Qual A Importancia Da Inteligencia Artificial Na Advocacia 1024x683

Existem diversas aplicações da Inteligência Artificial na advocacia que nos ajudam a compreender melhor sua importância. Destacamos:

  • Automatização de processos repetitivos: uso mais recorrente da Inteligência Artificial, delega ao sistema a execução de tarefas burocráticas, rotineiras e repetitivas. Isso otimiza o tempo do advogado e permite uma atuação mais próxima ao cliente.
  • Instrumentos de investigação jurídico-legal: é a projeção de estratégias a partir da consulta a uma série de fontes jurídicas. Um exemplo é o robô Ross, capaz de processar mais de 10 mil páginas por segundo, interpretar leis e formular respostas.
  • Jurimetria: algoritmos inteligentes que analisam decisões em busca de padrões, transformando-os em dados estatísticos e permitindo, assim, a sistematização da análise de jurisprudências.
  • Plataformas de acordo ou mediação online: voltadas para resolução de conflitos judiciais e extrajudiciais. Baseados em IA, o software analisa os interesses das partes envolvidas e propõe um acordo.
  • Redução de gastos: plataformas de IA ajudam as empresas da área jurídica a analisar o trabalho de cada um dos seus profissionais, ajudam a identificar ineficiências e a ajustar a remuneração em casos que demandam mais trabalho.
  • Smart contracts: é a Inteligência Artificial aplicada aos contratos. Basicamente, o sistema assume o papel de elaborar e revisar os documentos, além de permitir as chamadas cláusulas auto-aplicáveis.

Essas aplicações da IA no setor jurídico mostram como a Advocacia 5.0 pode promover uma maior celeridade aos processos no meio jurídico. 

Por meio de tecnologias derivadas, como Machine Learning, Deep Learning e Processamento de Linguagem Natural (PLN), escritórios de advocacia, departamentos jurídicos e o poder público atuarão de maneira muito mais eficiente e precisa.

Outro ponto importante é estimular o trabalho estratégico dos profissionais, uma vez que a IA os ajuda a economizar tempo e os auxilia a atuar de maneira muito mais precisa e planejada.

Outras tendências tecnológicas para a área jurídica

Outras Tendencias Tecnologicas Para Area Juridica 1024x683

Blockchain

Tecnologia inicialmente criada para assuntos econômicos, o blockchain pode proporcionar processos mais seguros e eficientes. 

Seu uso na área jurídica ainda é muito incipiente e cercado de incertezas, mas aplicações como autenticação de contratos, smart contracts, assinaturas digitais, registro e transferência de imóveis e pagamentos virtuais começam a despontar no mercado.

Cibersegurança

Com a migração cada vez maior para o ambiente virtual e o uso de ferramentas digitais conectadas, a cibersegurança vai se tornar tema central na advocacia. 

Uma das tendências para o setor jurídico será o investimento cada vez maior em segurança da informação para garantir a proteção e a integridade dos dados de clientes, parceiros e da própria empresa.

Lawtechs

Assim como as fintechs são voltadas para o setor financeiro, as law techs – ou legal techs – são startups que oferecem soluções inovadoras e tecnologias para o setor jurídico. 

Alguns exemplos são software para gestão de contratos, jurimetria para busca automatizada de jurisprudência, ferramenta online, entre outras.

Machine Learning

Braço da Inteligência Artificial, o Machine Learning, ou aprendizado de máquina, tem o potencial para tornar a tomada de decisões mais precisa e ágil, além de auxiliar no relacionamento com o cliente e até mesmo na prospecção de oportunidades no mercado.

Leia mais: Inteligência Jurídica: como a tecnologia pode resolver três grandes desafios da área

Como a Neoway pode ajudar você a se adequar à Advocacia 5.0?

Como Neoway Pode Ajudar Voce Se Adequar A Advocacia 1024x683

A Neoway desenvolve uma série de ferramentas de análise de dados que podem ajudar você e a sua empresa em seus desafios jurídicos. 

Uma dessas soluções é o Neoway Lawsuits, que traz dados detalhados e organizados sobre processos judiciais e extrajudiciais.

O Neoway Lawsuits disponibiliza a maior base de processos do Brasil em um só local. Você pode consultá-los por CPF ou CNPJ para encontrar processos vinculados a advogados e escritórios e identificar processos de fornecedores, funcionários, clientes e parceiros.

Suas principais funcionalidades são:

  • Compliance e risco: reúna todos os dados encontrados em um relatório único para fazer diligência, gestão de riscos e apoiar processos de fusões e aquisições.
  • Gerenciamento de crédito: utilize dados de processos para criar scores de crédito, monitorar riscos e apoiar os processos de cobrança e recuperação de crédito.
  • Identificação de tendências: filtre processos por setor, assunto, movimentação e outras variáveis para encontrar tendências, definir acordos ou recursos e tomar decisões estratégicas.
  • Oportunidades comerciais: encontre advogados e escritórios por meio da análise de especialidade.

Leia mais: Neoway Lawsuits traz dados detalhados e organizados sobre processos judiciais para escritórios de advocacia

Outra ferramenta é o Neoway Legal, solução para análise em profundidade e gestão de processos judiciais.Com ela, é possível utilizar informações detalhadas e estimativas geradas por Inteligência Artificial para gerenciar grandes massas processuais.

Suas funcionalidades são:

  • Benchmarking: visualize os processos do setor e compare com os dados dos processos de terceiros. Com isso, identifique como está a performance da sua área jurídica ou escritório de advocacia em relação ao mercado.
  • Métricas: obtenha uma visão geral dos processos e acesse detalhes de distribuição, teses-raiz, tempo de decisão, procedência e valores. Avalie processos separadamente com indicadores gerados por Inteligência Artificial, como duração média, possibilidade de perda ou ganho e valor médio provável.
  • Risco: identifique riscos de acordo com a realidade da sua carteira de processos. Encontre indícios de condutas suspeitas, como desistências, falsidade, entre outras práticas mal intencionadas.

Leia mais: Neoway Legal: inteligência artificial no Direito para auxiliar grandes empresas

Conclusão

O surgimento de novas tecnologias tende a acontecer de maneira cada vez mais acelerada. Conforme caminhamos para a Sociedade 5.0, novas soluções começam a fazer parte das nossas vidas e pautar a forma como trabalhamos, nos locomovemos, nos comunicamos e nos relacionamos.

Tecnologias como Inteligência Artificial, Internet das Coisas, Realidade Virtual e Aumentada vão ganhar espaço no nosso cotidiano e esta realidade não vai ser diferente nas empresas da área jurídica. 

Isso exige dos profissionais da área capacitação e treinamento para lidar com essas inovações e para se preparar para os desafios da Advocacia 5.0.

Lidar com novas ferramentas e tecnologias é apenas uma das competências do novo profissional, que deverá atuar de maneira mais flexível e humana para agregar valor ao seu negócio e usar sua criatividade e senso crítico para se diferenciar.

Saiba como escolher o melhor software para gestão de processos judiciais!

Confira também nosso talk sobre Transformação Digital e o papel do Big Data Analytics:

Quer saber como podemos ajudar você e o seu negócio a se adaptarem a essa nova realidade? Fale com nossos especialistas.  

Colunista
Neoway
A Neoway é a maior empresa da América Latina de Big Data e Inteligência Artificial para negócios. Desde 2002, desenvolvemos soluções que dão produtividade e precisão para marketing, vendas, compliance, jurídico, crédito e fraude em setores como finanças, tecnologia, seguros, bens de consumo e saúde. Nossos redatores escrevem sobre tecnologia, negócios e suas intersecções.
Veja todos os artigos do colunista