Carregando...

5 Cs do Crédito: Saiba Como essa Análise de Crédito é aplicada

Scroll Down

Veja o que são os 5 Cs do crédito, sua importância, sua relação com as políticas de crédito, como utilizá-los e como a Neoway pode ajudar.

A concessão de crédito é uma estratégia muito utilizada por empresas que desejam atrair novos clientes e fidelizar os mais antigos.

Embora em muitos casos seja um diferencial competitivo importante, a oferta de créditos e a negociação de valores e condições de pagamento facilitadas exigem planejamento para não expor a empresa a riscos desnecessários.

Seja para pessoas físicas ou jurídicas, a concessão de crédito é sempre uma tarefa que envolve riscos. 

Por isso, a análise de crédito é um recurso indispensável para dar mais segurança e confiabilidade ao processo, sobretudo quando a negociação é feita sem intermediários – situação em que a própria empresa concedente arca com as responsabilidades de cobrança da dívida e a potencial inadimplência na quitação dos valores.

Nesse cenário, um dos métodos mais utilizados para uma análise de crédito eficaz e segura são os 5 Cs do crédito

É uma série de critérios que tem como objetivo ajudar as empresas a traçar um perfil do seu cliente ideal e, a partir dele, avaliar os riscos que cada solicitante de crédito representa, direcionando a aprovação ou rejeição dos valores requisitados.

Assim, a aplicação dos 5 Cs do crédito na análise de risco visa a assegurar que a empresa irá receber de volta os recursos que está emprestando. 

Para isso, cada um desses critérios foca em avaliar um ponto específico do perfil de cada tomador de crédito, garantindo que ele tenha condições de arcar com a nova dívida que será assumida.

Neste post, veja o que são os 5 Cs do crédito, qual é a sua importância, sua relação com as políticas de crédito, como utilizá-los na sua empresa e como a Neoway pode auxiliar nesse processo.

O que são os 5 Cs do Crédito?

O Que Sao Os 5c Do Credito 1 461x1024

Caráter

O mais importante dos 5 Cs do crédito refere-se à avaliação do histórico financeiro de quem solicita o crédito, seja pessoa física ou jurídica. 

Aqui, é fundamental realizar uma varredura completa das suas transações anteriores, de modo a identificar o comportamento do solicitante, se quitou suas dívidas por completo e no prazo estipulado, ou seja, se tem o hábito de cumprir suas obrigações financeiras e contratuais.

Quando o pedido por crédito vem de uma empresa, pode-se incluir também uma análise dos perfis dos seus sócios, buscando verificar seu histórico, bem como sua idoneidade. 

Vale notar que, quando nos referimos a empresas iniciantes, esse é o principal ponto a ser avaliado, uma vez que essa pessoa jurídica ainda não possui um histórico no mercado que permita tirar conclusões mais concretas.

Todas essas informações podem ser obtidas junto a órgãos de proteção ao crédito, como SPC, Serasa, associações comerciais, Cadin, SINAD, entre outros.

Capacidade

Como o próprio nome sugere, a capacidade avalia se o solicitante tem como arcar com seus compromissos e efetivamente quitar suas dívidas, ou seja, se há margem para a contratação de novas parcelas e qual é o seu limite de endividamento.

Deve ser avaliado o perfil das dívidas que o tomador de crédito já possui e os vencimentos das obrigações já contratadas, já que isso pode comprometer sua capacidade de pagamento e levá-lo à inadimplência.

Esses dados podem ser obtidos de diferentes formas.

Para pessoas físicas, comprovantes de renda, escritura de imóveis, IPVA, cargo e remuneração, estado civil e a declaração de imposto de renda podem ser utilizados para a análise.

para empresas, é importante observar o fluxo de caixa do solicitante, relatórios contábeis, se há ou não outras garantias que podem ser utilizadas para o pagamento do empréstimo, o tempo de vida da empresa, o setor em que atua. Além disso, é fundamental analisar o perfil de seus sócios e empregados, seu histórico de sucessos e fracassos, declarações financeiras e até mesmo como o crédito concedido será utilizado.

Capital

Outro dos 5 Cs do crédito, o capital diz respeito ao patrimônio e liquidez do solicitante de crédito, como forma de garantir que há bens que podem ser solicitados na Justiça no caso de inadimplência.

A análise deste ponto busca avaliar se o tomador dispõe de outros recursos, além do crédito que solicitou. 

Para isso, fatores como rentabilidade, nível de endividamento, patrimônio líquido dos sócios e da empresa devem ser observados, assim como o impacto da nova dívida nesse patrimônio.

Para essa análise, é importante consultar dados dos balanços da empresa, suas demonstrações financeiras (contracheques, declaração de imposto de renda etc.), fontes de financiamentos, liquidez, índice de endividamento, estrutura de  capital, entre outros aspectos que forem considerados relevantes.

Condições

As condições referem-se ao momento pelo qual passa a empresa solicitante de crédito; isto inclui a situação em que se encontra, as perspectivas do mercado e do setor em que atua, a conjuntura do cenário macroeconômico e se seus negócios estão em ascensão, queda ou estagnação.

Para essa análise, é preciso observar o histórico comercial de vendas da empresa, seu faturamento nos últimos meses, além de considerar o contexto econômico em que ela se está inserida – incluindo a situação dos seus parceiros e concorrentes.

Assim, se a empresa está em dificuldades, seus negócios estão enfraquecendo e suas dívidas aumentando, certamente não é o momento mais indicado para aprovar o crédito e assumir riscos.

Por outro lado, uma companhia em crescimento e com caixa em alta apresenta um perfil mais animador e o crédito pode ser liberado – a não ser que o empréstimo esteja sendo tomado para cobrir dívidas.

Colateral

O último dos 5 Cs do crédito se refere às garantias que o solicitante pode dar em troca da concessão do empréstimo. 

Nesses casos, podem entrar ativos como móveis, maquinário, imóveis, estoque, hipotecas, contas a receber e quaisquer outros bens que deem segurança à instituição fornecedora de crédito de que o valor emprestado poderá, de uma forma ou de outra, ser quitado.

Quanto maior for a garantia apresentada, maiores são as chances de obtenção do crédito solicitado, uma vez que também são maiores as chances de a instituição recuperar o valor cedido – seja por decisão judicial ou não.

Outro ponto importante é que esta etapa geralmente envolve a presença de avalistas da negociação, que, em muitos casos, são os próprios sócios da empresa. 

Nesse sentido, vale lembrar que os bens em nome dos sócios e dos proprietários da empresa também podem ser utilizados como contrapartida durante a negociação.

Leia mais: Risco de crédito: como fazer análise e gestão de forma eficaz

Qual a importância e as vantagens de aplicar os 5 Cs?

Qual Importancia E As Vantagens De Aplicar Os 5cs 1024x683

Quando uma empresa atua com a concessão de crédito, a gestão de riscos é um fator primordial para ajudar a reduzir possíveis problemas e imprevistos. 

Isso porque ela consegue analisar melhor seus processos de empréstimo, contando com “filtros” que colaboram para uma melhor predição de possíveis inadimplências.

Assim, empresas que trabalham com a concessão de crédito usam esses cinco critérios para decidir se o solicitante está efetivamente elegível para o crédito requisitado e para determinar as taxas de juros, o prazo e os limites de crédito que serão fornecidos.

Os 5 Cs do crédito ajudam a determinar os riscos que cada cliente representa e a sua propensão em quitar a respectiva  dívida em sua totalidade e no prazo estipulado. 

Ao conhecer a aplicação de cada um dos critérios, a empresa terá uma melhor compreensão do que é necessário e como se preparar para a concessão do crédito.

Como resultado, é possível evitar problemas e gargalos no planejamento financeiro que aconteceriam em função de possíveis déficits causados por atrasos ou pela não quitação das dívidas por parte dos clientes. 

Com menos inadimplentes, é possível planejar-se melhor e cumprir com as metas estabelecidas.

Complemente a leitura com o podcast sobre como análises inteligentes mudaram o cenário de crédito com tecnologia de ponta.

O bate-papo reúne Guilherme Mendonça, vice-presidente de Parcerias Estratégicas da Neoway, e Berthier Ribeiro, CEO e um dos fundadores da Scudra sobre a relevância de análises inteligentes nesse processo.

5Cs e a Política de Crédito: qual a relação?

5c E A Politica Credito Qual A Relacao 1024x683

Quando falamos em políticas de crédito, estamos nos referindo a um conjunto de normas estabelecidas pela empresa para viabilizar novos financiamentos e empréstimos para os seus clientes.

Cada organização define seus próprios critérios de acordo com sua realidade e com o que julga ser mais relevante para sua avaliação de crédito.

As políticas de crédito têm o objetivo de dar o equilíbrio necessário entre as metas financeiras da empresa e as necessidades dos seus clientes. 

Para isso, elas podem ser utilizadas de diferentes formas e com finalidades diversas, que podem variar desde a redução do risco de inadimplência ao aumento da carteira de clientes.

Empresas que querem expandir seus negócios, por exemplo, podem adotar políticas de crédito mais moderadas.

Já organizações bem consolidadas no mercado podem lançar mão de critérios mais rigorosos, para atuar somente junto a clientes com garantias sólidas.

E o que isso tem a ver com os 5 Cs do crédito? Cada um desses critérios de análise são elementos fundamentais de uma política de concessão de crédito que se propõe a ser eficiente e a atender os objetivos da organização.

Os 5 Cs do crédito têm como base uma série de metodologias objetivas e subjetivas para a análise de solicitantes. 

São esses elementos que vão guiar a criação das políticas de crédito de uma empresa, ajudando na definição dos padrões e dos prazos, além da política de cobrança e de concessão de descontos.

Como utilizar os 5Cs na sua empresa com segurança na concessão de crédito, afinal?

Como Utilizar Os 5cs Na Sua Empresa Com Seguranca Concessao Credito 1024x683

Muitas instituições hesitam na hora de conceder crédito, já que, devido às altas taxas de inadimplência, boa parte das requisições acabam sendo recusadas.

Mas não precisa ser dessa forma.

Com a aplicação dos 5 Cs do crédito, grandes empresas do setor financeiro mostraram que é possível reduzir riscos e negociar créditos e prazos com seus clientes.

Embora inicialmente voltada para instituições que atuam com avaliação de crédito, essa metodologia pode ser implantada nos mais diversos negócios, mostrando resultados igualmente eficientes. 

Os 5 Cs do crédito podem ser utilizados em, basicamente, duas frentes:

  • Análise de clientes: para oferecer condições de prazo e pagamento que visem a diminuir os riscos de inadimplência e realizar uma negociação com mais segurança e confiabilidade.
  • Autoanálise: para que a empresa avalie sua própria capacidade de tomada de novos créditos e, quando necessário, adote medidas que ajudem a melhorar esse cenário.

Essas avaliações podem ser feitas com o auxílio de diferentes ferramentas de análise de crédito, que vão desde planilhas prontas ao uso de aplicativos e softwares específicos para a análise do perfil dos clientes.


Como a Neoway pode ajudar nas análises de crédito da sua empresa?

5cs Credito Imagem05 Quais As Melhores Ferramentas Para Ajudar Na Gestao De Credito 1024x694

A Neoway, por meio da sua plataforma digital, oferece soluções completas para a realização de análises de crédito eficientes e seguras.  Um dos pilares de atuação da Neoway é justamente Credit Management, que reúne ferramentas que auxiliam ao longo de todo o processo: da concessão do crédito ao monitoramento, cobrança e recuperação de dívidas.

Seus principais casos de uso são:

  • Busca de precatórios: potencialize o processo de pesquisas por precatórios, recupere ativos e torne a sua gestão de crédito mais eficiente e qualificada.
  • Gestão e concessão de crédito: use Big Data e redes neurais para criar modelos personalizados, monitorar riscos e ganhar produtividade e eficiência no processo de gestão e concessão de crédito.
  • Recuperação de crédito e ativos: faça uma diligência completa e automatizada, localize os devedores e seus ativos e garanta mais agilidade e eficiência aos processos de cobrança e recuperação.

O Neoway Credit Management abrange soluções como:

  • Neoway Cred: aperfeiçoe suas análises e acelere a recuperação e concessão de crédito por meio de uma solução que usa a tecnologia de deep learning e engloba os três ciclos do crédito: Application, Behavior e Collection.
  • Neoway Precatory: recupere ativos a partir de precatórios de seus devedores e busque outros dos seus clientes para garantia de empréstimos ou compra de títulos a partir de dados e tecnologias da Neoway.
  • Neoway Lawsuits: acesse informações detalhadas sobre mais de 330 milhões de processos judiciais e extrajudiciais e aperfeiçoe seus processos de crédito e cobrança.
  • Neoway Compliance: faça diligências prévias completas, evite riscos e tome decisões rapidamente baseadas em dados oficiais e públicos

Conclusão

Os 5 Cs do crédito são importantes aliados quando se fala de  análise de crédito eficiente e que traga segurança para as operações da empresa concedente. 

Ao se debruçar sobre os aspectos mais importantes a serem avaliados em cada solicitação de crédito, esses cinco critérios ajudam a organização a reduzir os riscos aos quais se expõe e a negociar apenas com aqueles clientes que ofereçam garantias suficientes de pagamento da dívida e cumprimento dos prazos estabelecidos.

Se deseja saber como as soluções Neoway podem ser aplicadas no seu negócio e aprimorar sua gestão de crédito, fale com nossos especialistas.


Colunista
Neoway
A Neoway é a maior empresa da América Latina de Big Data e Inteligência Artificial para negócios. Desde 2002, desenvolvemos soluções que dão produtividade e precisão para marketing, vendas, compliance, jurídico, crédito e fraude em setores como finanças, tecnologia, seguros, bens de consumo e saúde. Nossos redatores escrevem sobre tecnologia, negócios e suas intersecções.
Veja todos os artigos do colunista